Vídeo

E vai ser assim…

Responde que ele aprisiona … eu liberto!

Anúncios
por klawsdoher

Se eu fugi (por Karine Rosa)

Lú Morangon

1a

“A sua respiração na minha nuca no meio da nossa primeira noite juntos me deu um arrepio na espinha que só dá quando algo muito grande vai acontecer. Eu fingia que dormia, mas, na verdade, sentia um medo desesperador. E se você fosse, e se não voltasse, e se provasse ser tudo o que eu não aprovo em um homem, e se fosse dessas pessoas que até tenta amar, mas não consegue? Pior: e se eu te amasse mais do que todas as vezes que já amei?

Então eu levantei da cama em silêncio e peguei minha calcinha jogada pelo quarto. Cacei o vestido amassado que você arrancou ainda na sala, quando a gente já não sabia ao certo que raios estava fazendo. E corri. Morrendo de medo de me desacostumar com o fato de ser melhor sozinha do que a dois.  Apavorada com a ideia de sentir vontade de…

Ver o post original 247 mais palavras

por klawsdoher
Imagem

Ausência.

Eu deixarei que morra em mim o desejo de amar os teus olhos que são doces
Porque nada te poderei dar senão a mágoa de me veres eternamente exausto.
No entanto a tua presença é qualquer coisa como a luz e a vida
E eu sinto que em meu gesto existe o teu gesto e em minha voz a tua voz.
Não te quero ter porque em meu ser tudo estaria terminado.
Quero só que surjas em mim como a fé nos desesperados
Para que eu possa levar uma gota de orvalho nesta terra amaldiçoada
Que ficou sobre a minha carne como uma nódoa do passado.
Eu deixarei… tu irás e encostarás a tua face em outra face.
Teus dedos enlaçarão outros dedos e tu desabrocharás para a madrugada.
Mas tu não saberás que quem te colheu fui eu, porque eu fui o grande íntimo da noite.
Porque eu encostei minha face na face da noite e ouvi a tua fala amorosa.
Porque meus dedos enlaçaram os dedos da névoa suspensos no espaço.
E eu trouxe até mim a misteriosa essência do teu abandono desordenado.
Eu ficarei só como os veleiros nos pontos silenciosos.
Mas eu te possuirei como ninguém porque poderei partir.
E todas as lamentações do mar, do vento, do céu, das aves, das estrelas.
Serão a tua voz presente, a tua voz ausente, a tua voz serenizada.

Vinicius de Moraes

por klawsdoher

Liçoes.

Aprendi uma coisa depois de tanto tempo rodopiando em cima dos muros: Se entregar de verdade, por inteiro. Mesmo que em baixo esteja um tigre faminto a espera de te dilacerar. Certo que em algumas situações, me despedacei todo. Não aprendi a domar o tigre que estava a minha espera. Virei comidinha de algumas horas e pronto, me tornei uma carcaça descartável. Mas isso é o de menos, toda entrega tem uma consequência. Principalmente quando tudo vem de volta com carimbo de correspondência devolvida. Aprendi outra coisa: Se minha correspondência foi devolvida, é porque o outro não soube receber, não soube decifrar os paradigmas, não soube compreender minhas sensações. Por fim, não soube corresponder. E o correto é aceitar a correspondência devolvida com um sorriso no rosto. Afinal, não quero o insuficiente pra mim. Quero saciar minhas palavras no entender do outro. Quero pôr pra dormir o meu amor pelo menos, em um peito que o aceite. Não faz sentido enviar outra correspondência, ou outro torpedo. Não faz sentido cutucar outra vez no Facebook, ou entrar mais uma vez no Skype pra que seja notado. 
Blog.: Além do sol.
Iandê Albuquerque

por klawsdoher

Desculpas.

”Peço desculpas mesmo. Sem pensar duas vezes. Se sei no fundo que estou errado, que fiz coisas desnecessárias e que falei bobagens, peço desculpas e acredito que o mínimo que o outro possa fazer é se prestar as minhas desculpas e também pedir desculpas. Acho que um verdadeiro pedido de desculpas não vai te fazer mal algum, muito pelo contrário, a sensação de cuspir um pouquinho desse orgulho pessoal que às vezes sufoca, e que às vezes deixa passar muita coisa importante em nossa vida, essa incrível sensação é ótima. Você vai se sentir meio pequeno, frágil, transparente e muito mais humano. Pequeno, não porque um pedido de desculpa possa te diminuir, mas sim, porque um verdadeiro pedido de desculpas te faz perceber que você não é superior a alguém, que não é maior do que alguém. Frágil, porque um sincero pedido de desculpas te faz se enxergar de dentro. Transparente e mais humano, porque você percebe que é com um pedido sincero de desculpas que se ameniza a dor, que a lágrima rola com certo sorriso, que a perturbação se equilibra, e que a vida segue sem deixar mágoas ou rancor no coração. Tudo bem que tem muita gente por aí que te pede desculpas e depois comete o mesmo erro. Tudo bem que tem muita gente que te dar um abraço e depois te empurra quando sentir que não precisa mais do teu perdão. Mas fazer o quê, né? Precisamos ter no mínimo um pouco de sentido, no mínimo um pouco de sensibilidade, e no mínimo um pouco de empatia pra olhar a dor do próximo e enxergar o sorriso caído do outro. Precisamos passar pela solidão pra saber que um sincero pedido de desculpa poderia resolver alguma coisa.”
Por.: Iandê Albuquerque
www.iandeee.blogspot.com 

por klawsdoher